Posted on 16:11 2 comments
StrippedEntão, a pergunta é, como eu me meti nessa situação? Simples: o desespero. Quando você se depara entre ser um sem-teto com fome ou tirar a roupa por dinheiro, a escolha é mais fácil do que você imagina. Isso não se torna mais fácil, no entanto. Oh, não. Eu odeio isso, na verdade. Não há nada que eu gostaria mais do que parar e nunca ir para outro bar, nunca mais ouvir a batida techno pulsando em meus ouvidos, nunca mais sentir os olhares lascivos de homens com tesão novamente. Então, um dia, eu conheço um cara. Ele está no meu clube. Na minha frente e no centro. Ele observa-me fazer o meu número, e seu olhar está cheio de fome. Não é o tipo de desejo que eu estou acostumada. É algo diferente. Algo mais quente, mais profundo e mais possessivo. Eu sei quem ele é, é claro que eu sei. Todo mundo sabe quem Dawson Kellor é. Ele é o homem vivo mais sexy da revista People. Ele é o ator mais quente de Hollywood. Ele é o homem escolhido a dedo para o papel de Rhett Butler no remake de o Vento Levou. Ele é o tipo de homem que pode ter qualquer mulher no mundo inteiro apenas chamando-a com o dedo. Então por que ele está olhando para mim como se tivesse que me ter? E como faço para resistir a ele quando ele olha para mim com aqueles olhos intoxicantes, mutáveis e cheios de vivacidade? Eu sou virgem, e ele é o ícone americano da sexualidade masculina. Eu sou uma stripper, e ele é um homem acostumado a ter tudo e qualquer coisa que quer. E ele me quer. Eu sei que deveria dizer não, eu sei que ele é o pior tipo de jogador... mas o que a minha mente sabe, meu corpo e meu coração não. E então as coisas ficam.
Grey é uma garota que vive a rédeas curtas, seu pai é pastor da pequena cidade onde mora. Depois de muito tentar conseguiu fazer com que seu pai a deixasse entrar no balé. Mas ao perder sua mãe, o complicado relacionamento com o pai e a difícil situação da superação da perda, faz com que ela saia de casa e tome a decisão de ir para LA cursar a faculdade. Ela consegue se manter até certo tempo, mas depois ela precisa de um emprego eu terá que sair da faculdade, então depois de muito procurar e sem saída, ela vai trabalhar em um clube de stripper. Um dia ela dança para um grupo, cujo um homem a chamou atenção pela intensidade de seu olhar. ela o conhecia, pois ele era um homem famoso e eleito o mais sexy, Dawson. Durante o dia ela é estagiária e tem uma enorme surpresa ao ver o grupo do novo filme para o qual será assistente, quem será?? Dawson. A atração é inevitável e ele logo está rendido.
Eu ainda não tinha lido nenhum livro dessa autora, mas já tinha ouvido ótimas críticas sobre ela, mas Stripped foi uma verdadeira decepção. O livro tem uma linguagem bem simples e leitura bem fluída, o problema em si foi a mocinha, Grey. Irritou-me muito o fato de ela mudar de opinião do nada, uma hora ela quer fazer balé e duas paginas depois ela quer trabalhar com filmes, além de indecisa ela é ingênua até demais e extremamente mimada.  Não sei se é porque tudo foi tão mal desenvolvido, mas nada do que ela fez me convenceu. Nem quando ela passou a descrer no Deus após a morte de sua mãe (e não digo num sentido religioso), situação que foi piorada após ela perder a virgindade e ficar cheia de culpa e se sentindo a pecaminosa, ela não crê em Deus então porque se sente culpada??
Outra coisa que me irritou muito na história foi a banalização do amor. Apenas algumas semanas depois de se conhecer eles já trocavam intensas juras de amor eterno, aquilo não era amor, não em semanas, era tesão. E depois que foi tudo resolvido, o casalzinho estava em paz,  e um final horrível com uma tentativa frustrada de criar alguma tensão na reta final. E ainda sobrou espaço para um monte de sexo gratuito, talvez para compensar o que o livro ficou devendo até mais da metade.
A história simplesmente não rendeu e meio que me desanimou a ler outros livros da autora, infelizmente.











2 comentários:

  1. Acabei de ler esse livro e também não gostei! Exatamente pelas mesmas razões que você!

    ResponderExcluir
  2. Olha parece que não é só esse livro, já li outros da Jasinda e fiquei totalmente decepcionada com a leitura!

    ResponderExcluir