Posted on 09:38 No comments
Emancipating Andie
Desde o tempo que Andie Weber jogou a cautela ao vento, e pagou o preço por isso, ela aprendeu que é mais seguro e mais inteligente viver a vida jogando pelas regras. Agora ela tem um grande apartamento, um emprego estável, e um namorado maravilhoso. Colin, ele é doce, estável e essencialmente perfeito. Exceto, talvez, pelo fato de que seu melhor amigo é Chase. Chase McGuire vive sua vida despreocupada, desestruturada e estritamente para si mesmo. Transbordando sarcasmo e escorrendo sagacidade, ele se recusa a censurar seus sentimentos ou opiniões para qualquer um, fazendo com que não se desculpe para qualquer um. E vestindo sua abrasividade como um distintivo de honra. Ninguém jamais ficou sob a pele de Chase como Andie faz e vice-versa. Então, quando Andie e Chase se veem forçados a fazer uma viagem de dois dias pela estrada juntos, eles já estão temendo uma guerra inevitável. Mas à medida que a viagem avança, e a irritação inegável que sempre definiu seu relacionamento lentamente começa a desgastar suas noções preconcebidas sobre o outro, Andie e Chase descobrem que ambos têm muito a aprender sobre a vida, a coragem, a felicidade, e a velha batalha entre a lógica e o amor.
No livro, somos apresentados a Andie, uma menina com toda uma vida controlada, ela se orgulha de tudo o que conquistou, e segue sua vida através de uma filosofia muito simples, que depois descobrimos que foi sua mãe que insistiu a isso. Chase é um cara meio bad boy lindo que sempre diz o que pensa e nunca deixa que alguém o diga o que fazer. Juntando tudo temos Chase, o amigo de Colin, o namorado de Andie.
Colin é lindo, cavalheiro, o perfeito namorado. Mas sabe quando a relação cai na rotina, e você simplesmente se conforma com aquilo. É exatamente assim que o relacionamento de Andie e Colin está. 
A historia começa em uma festa de noivado de um dos amigos de Colin, onde Chase e Andie se conhecem e de cara eles não se entendem.
Então como uma armadilha do destino, Andie se vê presa em uma viagem de carro com Chase. Como dizer ao namorado que não suporta alguém que viu apenas uma vez, que essa pessoa instiga toda fúria que possui? Sem ter como recusar, já que não haveria desculpa para isso, Andie leva Chase na viagem e aos poucos ele vai quebrando todas as barreiras dela.
No começo eu achei que seria um típico livro onde a garota se apaixona pelo namorado e tenta de todas as formas negar isso, uma história bem clichê, sabe? Mas não foi isso que eu encontrei! A história é madura e trata o tema de forma bem real, sem lenga-lenga. Nós conhecemos o ponto de vista dos dois, Andie e Chase, pois o livro intercala a narração de ambos os personagens, o que nos aproxima ainda mais da história e entenda cada um dos personagens.
A Pricilla Glenn tem uma forma de escrever bem simples, fluída e tocante, ela faz com que o leitor entre na história e faça parte dela, o que é incrível. Eu li o livro bem rápido em um dia e meio, para vocês verem como ele te prende.
Eu realmente gostei da história e indico ela. A Andie é uma personagem forte e segura de si, diferente de muitos dos personagens que nos são apresentados nesse tipo de livro, não há clichês e sim uma história nova, madura e encantadora. Com certeza vale uma leitura!







0 comentários:

Postar um comentário