Posted on 15:57 4 comments


Menina de vinte Lara Lington sempre teve uma imaginação fértil. Agora ela começa a se perguntar se está ficando maluca de vez. Meninas normais de vinte poucos anos não veem fantasmas, né? Pelo menos era o que ela pensava até o espírito da tia-avó Sadie, que foi uma jovem dançarina de Charleston com ideias avançadas sobre moda e amor, aparecer misteriosamente com um último pedido: Lara precisa localizar um colar que foi dela por mais de 75 anos. Só assim tia Sadie poderá descansar em paz. Além de encontrar a joia, Lara tem que lidar com probleminhas do dia a dia: a sócia foi curtir um romance em Goa, sua empresa está afundando e ela acabou de ser abandonada pelo homem “perfeito”. Nesta divertida história, Lara e Sadie são duas meninas de vinte bem diferentes que vão aprender a importância dos laços familiares e da amizade.

Em “Menina de Vinte” a autora best-seller, Sophie Kinsella, narra a estória de Lara. Uma mulher um pouco desequilibrada e extremamente impulsiva, que joga fora seu trabalho para abrir um negócio de última hora com uma antiga amiga. E vale à pena mencionar também que seu último relacionamento não acabou bem e desde então ela vem, praticamente, caçando o ex-namorado. Ao ir ao funeral de uma tia-avó que ela nunca conheceu, um espírito muito temperamental começa a segui-la. E o pior, é o fantasma de sua tia-avó, só que com uma aparência quarenta anos mais jovem. Sadie, a tal velhinha, precisa descobrir o paradeiro de seu precioso colar de libélula para que possa finalmente ter paz, e nesse meio tempo ela se encarrega de apagar qualquer chance de paz na vida de Lara. Entre intrigas de família e um romance surpreendente, Sophie Kinsella consegue honrar sua reputação.

As duas protagonistas, Lara e Sadie, conquistaram meu coração logo de início. Sadie é enérgica e daquele tipo de pessoa que faz as coisas acontecerem nem que seja na marra, era sem dúvida, uma pioneira nata nos anos vinte, época em que viveu sua juventude. Lara é impulsiva e doidinha, mas que você acaba gostando de cara. O romance completamente inesperado que vai tomando forma durante a história é adorável e eu me peguei torcendo loucamente para o casal ficar junto.

Eu esperava um livro hilário depois de ver a minha amiga Suzi dando diversas gargalhadas no meio da sala enquanto lia e não me decepcionei. Enquanto lia Menina de Vinte eu não parei de rir um minuto, por ser um livro leve e fácil de ler, além de uma história que te prende, Sophie Kinsella nos encanta mais uma vez. Nesta obra, Sophie  nos ensina a não perder tempo e a dar valor ao que possuímos hoje, e principalmente, não nos deixar contaminar pelo amargor que a vidas vezes pode causar. Essa foi a lição de Sadie. A lição de Lara foi aprender a gostar do que tinha dentro de si e parar de procurar a si mesmo nos outros, principalmente em seu (ex) namorado.
A autora é obviamente uma das minhas favoritas e com certeza uma das rainhas desse gênero. Então fica a dica de mais um livro ótimo para ler.










4 comentários:

  1. Olá, tenho andado ausente por estar com compromissos inadiáveis mas em breve retornarei com tudo. Parabéns pela resenha. Parece ser um bom livro.

    ResponderExcluir
  2. Resenha incrível Letty *-* Todo mundo que vi falando sobre esse livro diz o quanto foi bom lê-lo e como ele fez dar boas gargalhadas, estou precisando de livros alegres! hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro esse livro e te faz rir muito, todos que eu li da Sophie são bem engraçados. Vale a pena!!

      Excluir