Posted on 16:09 5 comments

O Último Olimpiano
Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os Titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo titã.
Enquanto os Olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem deter o Senhor do Tempo.
Nesse quinto e último livro da série, o combate se acirra e o mundo que conhecemos está prestes a ser destruído. O destino da civilização está nas mãos do semideus anunciado na antiga profecia, e Percy está perto de completar dezesseis anos – a dúvida é: o herói será ou não capaz de tomar a decisão correta?

Acompanhar a série Percy Jackson foi uma acontecimento sem palavras. É impossível descrever.Não importam as dezenas de outras séries que irão surgir no futuro, Percy Jackson sempre terá um lugar guardado em mim. Com toda certeza me mostrou o quanto eu estava errada ao achar que essa série não atenderia as minhas expectativas ou que acabaria por "destruir" a mitologia grega.
O Último Olimpiano é, com certeza, o livro com mais ação e aventura de toda a série. Batalhas e guerras são constantes, o tempo todo a tensão é crescente e os personagens correm perigo em quase todas as páginas. Meu coração subiu a boca praticamente em todo o livro, e me senti ao lado de Percy, Annabeth, Grover, Clarisse, Quíron e todos os outros heróis na arena de batalha. Foi maravilhoso.
A história se passa em Manhattan. O titã Tifão se libertou de sua prisão eterna e está destruindo tudo por onde passa. Os deuses, sem outra alternativa, vão tentar acabar com esse poderoso personagem que parece ser quase indestrutível. Porém o Olimpo fica vazio e sem ninguém, e tudo parece se mostrar apenas uma armadilha para tornar o lugar indefeso e Cronos derrubá-lo. E com o Olimpo indefeso, quem irá batalhar para defendê-lo? O Acampamento Meio-Sangue e seus semideuses. Percy e todos os seus amigos irão batalhas até o fim, seja até a vitória ou até a derrota.
O que Rick Riordan fez foi sensacional. Sempre acho algum problema nas séries ou trilogias, seja, pela forma como a história vai se perdendo ao longo dos livros ou por finais que atenderam a expectativa criada ao longos das narrativas anteriores, mas o tio Rick conseguiu, diferentemente de várias outras séries que já li, terminar a série de um jeito brilhante. Todas as perguntas foram respondidas, todos os personagens, bons ou maus, tiveram um final digno. Tudo foi narrado na maior perfeição, não tenho nada para reclamar
Um ponto diferente neste livro é que os deuses menores ganham um destaque maior. Com a ausência dos grandes deuses, esses se tornaram os únicos prontos a ajudar. A deusa do lar, Héstia, tem um grande papel. Perséfone, esposa de Hades, também tem a honra de entrar na guerra. Uma grande deusa, que finalmente aparece, é Deméter. Outros personagens mitológicos, como Prometeu, o Porco Voador, deuses dos rios, e até um objeto famoso, a caixa de Pandora, entram também no livro. Cada um tem seu papel, por menor que seja. Todos juntos fazem do livro essa grande obra prima que é.
Percy se tornou um herói no exato momento em que não pensou com tal, quando fez diferente dos outros heróis, quando transformou o desejo pessoal em um sentimento coletivo e principalmente quando utilizou a sua sabedoria para incendiar o coração de deuses e meio-sangues com o único sentimento embalado num jarro de medo: A Esperança. Logicamente, não se pode esquecer de Annabeth, que mais uma vez foi de suma importância na vida de Percy. Impossível não comentar o crescimento intelectual Grover, a fantástica Rachel com suas visões, Nico di Angelo e sua perseverança, Thália e sua liderança, Clarisse e sua fúria, e Luke... Que encontrou numa antiga promessa algo que traz o sustento emocional de cada criatura: A Família!
Quando acabei a última página e fechei o livro, me deu aquele aperto no coração. O Ultimo Olimpiano encerra de forma épica uma das melhores séries já escritas, que ensinou mitologia grega de uma forma divertida, que tem luz própria e não precisa ser comparada a nenhuma outra do gênero da fantasia.




5 comentários:

  1. Ainda não tive a curiosidade de começar a ler essa série, mas amei a sua resenha.

    Bjim!

    Tammy

    Faça-nos uma visita,
    Livreando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Olha, eu também não tinha muita curiosidade, na verdade, não tinha a menor vontade de ler essa série, mas ami lê-la!!

      Beijos

      Excluir
  2. Tão bom ler sua resenha e ver que minha indicação fez surgir uma nova fã de PJO <3 Agora tem que ler a série Os Heróis do Olimpo! uhuuuuul hahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Owwwwnn!!! I <3 PJO kkkkk Em breve vou ler essa serie, to louca pra saber mais sobre ela, todo mundo fala bem!!

      Excluir
    2. Owwwwnn!!! I <3 PJO kkkkk Em breve vou ler essa serie, to louca pra saber mais sobre ela, todo mundo fala bem!!

      Excluir