Posted on 08:37 No comments
Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma família real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestígio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma Dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade.
Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola.
Mas isso é só o começo. Em O beijo das sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o convívio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem às famílias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temíveis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar?



      O Beijo das Sombras é o primeiro volume da série Academia de Vampiros. Lissa é uma vampira Moroi da família real, e está fugindo com Rose, sua melhor amiga, há dois anos, desde um acidente que matou a sua família. No entanto, Dimitri, junto com um grupo de guardiões enviados pela diretora Kirova, encontrou as meninas e agora está levando-as de volta à Escola São Vladimir. Depois de muita birra, as meninas percebem finalmente que não terá jeito senão permanecer na escola.
Rose, então, começa uma rotina de treinamento intenso, preparando-se para se tornar uma guardiã (espera-se que de Lissa) e recuperando o atraso. Os Moroi são constantemente perseguidos pelos Strigoi, por isso têm guardiões. Os Strigoi são um grupo de vampiros que optou pela imortalidade e, para tal, abdicaram da sua "humanidade", por assim dizer. Leia-se, eles são do mal. Ademais, com o passar do tempo, Rose vai se apegando mais do que gostaria a Dimitri, que acabou por ser seu instrutor. Simultaneamente, Lissa é conquistada por Christian, o qual é rejeitado pela escola por ter pais Strigoi que foram assassinados. Entretanto, por causa do "status" que ela deve ter por causa da sua linhagem nobre, ela se afasta dele e se aproxima de pessoas pelas quais não sente nenhuma simpatia.
Após algumas semanas, alguns acontecimentos estranhos e suspeitos começam a ocorrer na escola envolvendo Lissa, e logo percebe-se que não são ocorrências isoladas; pelo contrário, eles têm uma ligação com as pessoas mais inimagináveis. E, a partir daí, a história vai se desenrolando, e toma um rumo muito surpreendente.
Eu, na verdade, só li esse livro por causa da minha prima. Ela é apaixonada pela série e, por isso, quase me obrigou a lê-lo. E eu adorei! O Beijo das Sombras é um livro intenso e apaixonante e, mesmo tratando de vampiros, tem uma história muito inovadora e original. O universo da série é diferente de tudo o que eu já li, e isso me cativou muito. No início, eu achei que Lissa fosse a "menina quietinha-na dela-clichê" e Rose a impetuosa e imprudente. E, realmente, não deixa de ser assim, afinal Lissa é da realeza e tem uma imagem a manter. Mas, no decorrer da leitura, percebi que ela é uma personagem muito mais sombria que Rose, e isso me assustou e maravilhou em proporções iguais. Ela me surpreendeu, e eu amo isso!
A história, apesar de ótima, demora um pouco pra acontecer, e em alguns momentos eu fiquei frustrada com isso. Mas isso não impediu a leitura, porque mesmo sem tantos acontecimentos relevantes pra trama principal, tudo no livro é muito bem elaborado e capaz de te prender perfeitamente. O final é absolutamente imprevisível e muito bem elaborado, e acho que todos nós, leitores, adoramos finais imprevisíveis, não?
De fato, essa é uma série que acho que tem muito potencial, e a sinopse de Aura Negra já me deixou com o bolso coçando pra comprar a continuação!

0 comentários:

Postar um comentário