Posted on 11:20 8 comments

O Pequeno PríncipeO Pequeno Príncipe - Antonie de Saint-Exupèry

Livro de criança? Com certeza! Livro de adulto também, pois todo homem traz dentro de si o menino que foi. O pequeno Príncipe devolve a cada um o mistério da infância.De repente retorna os sonhos. Reaparece a lembrençade questionamentos, desvelam-se incoerências acomodadas, quase já imperceptíves na pressa do dia-a-dia. Voltam ao coração escondidas recordaçoes.O reencontro,o homem-menino.







O Diário de Anne FrankO Diário de Anne Frank - Anne Frank

"12 de junho de 1942 - 1° de agosto de 1944. Ao longo deste período, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a família Frank sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de muitos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração. Anne inicialmente seguiu para Auschwitz e mais tarde para Bergen-Belsen."








As Crônicas de NárniaAs Crônicas de Nárnia - C.S. Lewis

Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro? O livro que tem tudo isso é O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, escrito em 1949 por Clive Staples Lewis. Mas Lewis não parou por aí, seis outros livros vieram depois e, juntos, ficaram conhecidos como As crônicas de Nárnia.
Nos últimos cinquenta anos, As crônicas de Nárnia transcenderam o gênero da fantasia para se tornar parte do cânone da literatura clássica. Cada um dos sete livros é uma obra-prima, atraindo o leitor para um mundo em que a magia encontra a realidade, e o resultado é um mundo ficcional que tem fascinado gerações.



Orgulho e Preconceito - Jane Austen

Na Inglaterra do final do século XVIII, as possibilidades de ascensão social eram limitadas para uma mulher sem dote. Elizabeth Bennet, de vinte anos, uma das cinco filhas de um espirituoso, mas imprudente senhor, no entanto, é um novo tipo de heroína, que não precisará de estereótipos femininos para conquistar o nobre Fitzwilliam Darcy e defender suas posições com perfeita lucidez de uma filósofa liberal da província. Lizzy é uma espécie de Cinderela esclarecida, iluminista, protofeminista. Neste livro, Jane Austen faz também uma crítica à futilidade das mulheres na voz dessa admirável heroína — recompensada, ao final, com uma felicidade que não lhe parecia possível na classe em que nasceu.




A Menina que Roubava LivrosA Menina que Roubava Livros - Markus Zusak

A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade. A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto - e raro - de crítica e público.






Categories: , ,

8 comentários:

  1. Infelizmente ainda não li nenhum, mas pretendo ler todos! Já tenho As Crônicas de Nárnia e O Diário de Anne Frank, e O Pequeno Príncipe e A Menina que Roubava Livros estão na minha wishlist! Amei as dicas Letty *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já li O Diário de Anne Frank e A Menina que Roubava Livros e devo dizer que são ÓTIMOS!!!
      Que bom que gostou, em breve vou trazer mais dicas ótimas pra você acrescentar na sua lista :D

      Excluir
  2. Ah eu já li, Orgulho e Preconceito (Lindo), A menina que roubava Livros (emocionante) e estou lendo aos poucos As Crônicas de Nárnia :)
    Então tenho q ler mais 2 livros da sua listinha antes de morrer kkkk
    Beijoss
    http://aculpaedosleitores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou louca pra ler a Jane Austen mas ainda não tive oportunidade, infelizmente. Falta pouco então kkkk
      beijos

      Excluir
  3. Já li Nárnia e O Pequeno Príncipe e os dois são fantásticos. Quanto aos outros três, todas as resenhas que li até hoje os elogiaram muito! Já deve ter uns dois ou três anos que quero ler O Diário de Anne Frank e acabo passando outro livro na frente '~'
    Ótima seleção, pretendo ler todos eles antes de morrer ;)

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li Nárnia e O Pequeno Príncipe, mas pretendo ler em breve!!! Super indico O Diário de Anne Frank, é super emocionante!
      Fico feliz que tenha gostado!

      Excluir
  4. Adorei essa sua dica Letícia. Vou copiá-la no meu blog com a sua permissão, posso? Dos livros que você indicou, eu também indicaria os dois primeiros - "O Pequeno Príncipe" e "O diário de Anne Frank"pois foram os únicos que já li. Os outros 3 só "A menina que roubava livros" pretendo ler ainda este ano. Está nas minhas metas de leitura. Os outros dois não me agradam mas, pela sua indicação, talvez eu leia "Orgulho e preconceito". Gostei do blog de vocês, Podemos fazer uma parceria? O meu é Verdades de um ser.

    http://verdadesdeumser.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alberto! Pode sim, mas desde que dê os devidos créditos na postagem no seu blog e, se possível, um link direcionado ao nosso blog!
      Nós temos uma política de parcerias, caso você as aceite, vamos adorar fazer a parceria!!

      Excluir